BOMBA DE AQUECIMENTO

Daikin vs Atlantic: Duelo na cimeira das bombas de calor!

Comparação das bombas de calor Daikin e Atlantic: desempenho, estética, ruído, tamanho e custo.

Se é um dos proprietários que pretende substituir o seu sistema de aquecimento a combustível fóssil, ou se está a construir uma nova casa, pode estar a hesitar entre diferentes modelos de bombas de calor.

Provavelmente está familiarizado com duas das marcas mais conhecidas: a japonesa Daikin e a francesa Atlantic.

Neste artigo, vamos comparar duas bombas de calor fabricadas por uma destas duas marcas mais populares. Daikin vs Atlantic: aqui vamos nós.

Uma chamada de atenção para as duas marcas de bombas de calor: Daikin e Atlantic

Por um lado, temos a marca japonesa que é praticamente a mais conhecida no mundo das bombas de calor: a Daikin. Fundada em 1924, a Daikin é conhecida pelos seus aparelhos de ar condicionado, que se encontram em todo o mundo, e pelas suas bombas de calor de última geração, nomeadamente em termos estéticos, acústicos e de eficiência a baixa temperatura.

Por outro lado, temos a Atlantic, a marca sediada na Vendée que é o principal fabricante francês de bombas de calor, com um dos maiores centros de investigação em França. A Atlantic anunciou em 2023 que duplicaria a sua produção até 2028, o que significaria cerca de 180 000 bombas de calor por ano num prazo de 5 anos. O objetivo é responder à procura crescente de bombas de calor para substituir os sistemas de aquecimento alimentados por combustíveis fósseis. Para o efeito, será construída uma nova fábrica em Saône et Loire em nada menos que vinte hectares de terreno.

Os dois modelos de bombas de calor na comparação Daikin vs Atlantic

Para fazer uma comparação significativa, vamos escolher dois modelos equivalentes. Um da Daikin e o outro da Atlantic.

Para a marca Daikin, estamos a considerar o modelo Daikin Altherma 3 M tamanho 08, que é um monobloco, o que significa que toda a troca de calor ocorre na unidade exterior.

Pour la marque Atlantic nous considérons le modèle Alfea Extensa M Duo 8kW, qui est également un modèle monobloc.

Desempenho térmico Daikin vs Atlantic: qual é o mais económico?

Ver ficha técnica Daikin Altherma M Monobloco Tamanho 08

Ver a ficha técnica da Atlantic Extensa M 8

Para temperaturas baixas (35°C)

No caso do aquecimento hidráulico por piso radiante, o modelo da Daikin desenvolve 7,28 kW a -7°C no exterior, com um COP de 2,67. Apesar de este valor ser inferior a 3 (normal a -7°C), o SCOP da Daikin a 35°C é de 4,56, o que faz dela uma máquina A++.

Em comparação, a Atlantic Extensa M tamanho 8 fornece 8,18kW A-7/W35 com um COP de 3,03. O SCOP a 35°C da Atlantic Extensa M 8 é de 4,94, o que também faz dela uma bomba de calor A++.

Em baixas temperaturas, a marca francesa tem uma ligeira vantagem, apresentando um desempenho de aquecimento a baixas temperaturas que é cerca de 8% superior ao da Daikin.

Para temperatura média (55°C)

Para requisitos de temperatura mais elevados, por exemplo com radiadores de ferro fundido, o modelo Daikin desenvolve 6,74 kW A-7/W55. O SCOP é de 3,32, o que faz dela uma bomba de calor A+++.

A Atlantic Extensa M 8 fornece 7,5 kW A-7/W55, para um SCOP de 3,54, o que também faz dela uma bomba de calor A++.

Também aqui, a Atlantic tem uma ligeira vantagem a média temperatura: teoricamente, o 6% é melhor no papel.

Estética Daikin vs Atlantic

A Daikin é conhecida pelos seus avanços em termos de design. Foi uma das primeiras marcas a prestar atenção ao aspeto das suas máquinas, sabendo que este era um obstáculo à compra. Neste modelo, a Daikin utiliza a sua grelha de design atrativo para dar à unidade exterior um aspeto moderno. O acabamento em cinzento antracite combina bem com o ambiente e não é demasiado confuso.

A Atlantic também fez um esforço com este modelo. A unidade exterior tem um design bastante elaborado, com uma atraente grelha de ventilação preta. A unidade branca mantém-se clássica.

No geral, prefiro o Daikin em termos de design. Provavelmente, envelhecerá melhor.

Daikin vs Atlantic footprint

A unidade Daikin Altherma 3M tamanho 08 mede : 770 x 1250 x 396 mm, enquanto a unidade Atlantic Extensa M 8kW mede: 1008 x 1093,5 x 515 mm.

Há uma ligeira vantagem para a marca japonesa, que consegue concentrar um pouco mais os seus componentes, ocupando cerca de 30% menos espaço do que a Atlantic e, sobretudo, medindo pouco mais de 10cm menos em profundidade e 24cm menos em altura, o que facilita a sua colocação debaixo de uma janela frontal.

Ruído Daikin Altherma 3M vs Atlantic Extensa M 8

Estamos interessados no ruído gerado pela unidade exterior, que é o mais incómodo na maior parte do tempo.

A pressão sonora a 5 m da Atlantic é de 34dBA, enquanto a da Daikin é de 40dBA.

Ambas as medições foram efectuadas para um campo livre com uma directividade de 2.

A Atlantic propõe assim uma máquina 6dBA mais silenciosa a 5m. Ainda não é metade do ruído, mas representa uma vantagem, nomeadamente no caso de vizinhos próximos que possam ser incomodados, para obter uma autorização ou para evitar incómodos que possam ser levados a tribunal.

Preços Daikin vs Atlantic: qual é o mais caro?

A bomba de calor Atlantic Extensa M 8kW custa cerca de 8 500 euros, IVA incluído, o que inclui a unidade exterior e um módulo interior que contém o cilindro de água quente sanitária de 190 litros. Este é o preço de retalho. O preço a que o seu instalador lha venderá provavelmente, mais ou menos 5%, em função das condições que tiver com o seu grossista.

A bomba de calor Daikin Altherma 3M custa cerca de 5500 euros (IVA incluído) e, quando combinada com um depósito de água quente sanitária, fica com pouco menos de 8000 euros (IVA incluído).

A este preço devem ser acrescentados os acessórios, as tubagens e, evidentemente, a mão de obra de instalação. Consoante a situação, o preço total situar-se-á entre 15 e 20 000 euros (IVA incluído).

Embora a bomba de calor francesa Atlantic possa parecer um pouco mais cara do que a sua concorrente japonesa Daikin, o seu desempenho ligeiramente superior e os níveis de ruído ligeiramente inferiores podem justificar a escolha Made in France.

Em poucas palavras:

Em termos de desempenho térmico, o Atlantic Extensa M 8kW parece ser ligeiramente superior ao Daikin Altherma 3 M tamanho 08, especialmente em termos de aquecimento a baixa e média temperatura. Em termos de estética, a Daikin destaca-se pelo seu design moderno e melhor integração no ambiente envolvente. Em termos de requisitos de espaço, a Daikin também assume a liderança com as suas dimensões mais compactas. Em termos de ruído, o Atlantic é mais silencioso, uma vantagem considerável em ambientes residenciais.

Em termos de preço, embora a bomba de calor Atlantic seja ligeiramente mais cara, o seu desempenho superior e o seu nível de ruído reduzido poderiam justificar esta diferença para alguns consumidores, nomeadamente os que preferem produtos "Made in France".

Em suma, a escolha entre a Daikin e a Atlantic dependerá das prioridades individuais de cada proprietário, quer estejam relacionadas com o desempenho, o design, o espaço, o silêncio ou o orçamento. Esta comparação destaca os pontos fortes e fracos de cada marca, ajudando os consumidores a fazer uma escolha informada com base nas suas necessidades específicas.

Julien G.

Julienlicenciado em engenharia mecânica e especialista em engenharia climática desde 2009, tornou-se um escritor especializado em energias renováveis, com experiência em bombas de calor e painéis solares fotovoltaicos para alojamento individual.
Ver todos os artigos deste autor

pt_PTPortuguese